Conheça a MULHER FORTE, que é a mulher verdadeira, 100% mulher, que em nada se assemelha à feminista masculinizada e à dondoca moderna; e qual o papel a DSI reserva a ela na sociedade.

 

mulherforte

 

Na última semana, uma matéria da Veja sobre Marcela Temer gerou muita polêmica e trouxe a discussão sobre qual papel da mulher na sociedade. Para resolver essa questão, o professor Carlos Ramalhete apresenta neste podcast a MULHER FORTE.

A MULHER FORTE nada tem a ver com a mulher burguesa iluminista, totalmente dependente do homem, “bela, recatada e do lar”, relegada a ficar em “um apartamentinho passando paninho nos móveis”; e nem  com a feminista, masculinizada e que quer provar que não precisa dos homens para nada.

A MULHER FORTE é uma mulher muito feminina e muito forte. No áudio, o professor Carlos utiliza o trecho bíblico de Provérbios 31, 10ss para enumerar as características dessa mulher.

A Doutrina Social da Igreja ensina que a mulher tem o seu papel na sociedade, que é diferente do papel do homem, mas que também é muito importante e necessário.

Escute e deixe seus comentários e dúvidas logo abaixo.

 

Provérbios 31

10.Uma mulher virtuosa, quem pode encontrá-la? Superior ao das pérolas é o seu valor.

11.Confia nela o coração de seu marido, e jamais lhe faltará coisa alguma.

12.Ela lhe proporciona o bem, nunca o mal, em todos os dias de sua vida.

13.Ela procura lã e linho e trabalha com mão alegre.

14.Semelhante ao navio do mercador, manda vir seus víveres de longe.

15.Levanta-se, ainda de noite, distribui a comida à sua casa e a tarefa às suas servas.

16.Ela encontra uma terra, adquire-a. Planta uma vinha com o ganho de suas mãos.

17.Cinge os rins de fortaleza, revigora seus braços.

18.Alegra-se com o seu lucro, e sua lâmpada não se apaga durante a noite.

19.Põe a mão na roca, seus dedos manejam o fuso.

20.Estende os braços ao infeliz e abre a mão ao indigente.

21.Ela não teme a neve em sua casa, porque toda a sua família tem vestes duplas.

22.Faz para si cobertas: suas vestes são de linho fino e de púrpura.

23.Seu marido é considerado nas portas da cidade, quando se senta com os anciãos da terra.

24.Tece linha e o vende, fornece cintos ao mercador.

25.Fortaleza e graça lhe servem de ornamentos; ri-se do dia de amanhã.

26.Abre a boca com sabedoria, amáveis instruções surgem de sua língua.

27.Vigia o andamento de sua casa e não come o pão da ociosidade.

28.Seus filhos se levantam para proclamá-la bem-aventurada e seu marido para elogiá-la.

29.Muitas mulheres demonstram vigor, mas tu excedes a todas.

30.A graça é falaz e a beleza é vã; a mulher inteligente é a que se deve louvar.

31.Dai-lhe o fruto de suas mãos e que suas obras a louvem nas portas da cidade.

 

A MULHER FORTE: nem Feminista, nem Dondoca